Nota do editor: O texto não contém informações confidenciais e a divulgação deste case foi autorizada pelo cliente.

O cliente

Um mercado que conseguiu se manter aquecido mesmo com a pandemia da COVID-19 graças à queda da Selic ao nível mais baixo de sua história. O aumento na comercialização de imóveis no ano passado foi de 8,4% na comparação com 2019, segundo dados do estudo Indicadores Imobiliários Nacionais, realizado pela CBIC (Câmara Brasileira da Indústria da Construção) e pelo Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial).

Foi nesse cenário que a HomeHub iniciou suas operações no Rio de Janeiro. A HomeHub opera em um modelo bastante inovador e bem diferente das imobiliárias tradicionais. Trata-se de uma plataforma de tecnologia imobiliária que atua por meio de franquias conectadas em rede para uma maior capilaridade.

Os franqueados realizam seus negócios de forma ágil e intuitiva em uma operação no modelo “figital” (físico + digital), unindo o melhor da plataforma tecnológica a um atendimento personalizado.

O problema

Como o foco da HomeHub são clientes de classe média alta e de alto padrão, era preciso apresentar um diferencial que chamasse a atenção de potenciais clientes para determinado imóvel. E isso teve muito a ver com a pandemia.

A necessidade do isolamento mudou a forma como as pessoas se relacionam com suas casas. Os espaços passaram a ser mais valorizados e aumentou também a busca por uma melhor infraestrutura.

Além disso, a valorização do dólar e do euro e a consequente desvalorização do real atraíram compradores com recursos de fora do país. E quem investia em viagens ou imóveis no exterior recuou e voltou a investir em sua própria moradia. Por isso foi preciso elaborar estratégias para atender esse público ávido por novidades.

A solução

Parte da solução veio com o Tour Virtual do House Viewer 360°, que possibilita a sensação de estar presencialmente em um apartamento ou uma casa, de maneira que o cliente conhece todos os detalhes da unidade que esteja à venda ou para alugar.

O Tour Virtual é composto por uma sequência de imagens tiradas a partir de uma câmera 360°, permitindo imersão em todos os cômodos, internos ou externos.

Nem é preciso dizer que a solução caiu como uma luva para o HomeHub. Algo que em 2019 se vislumbrava como um diferencial acabou se tornando vital.

Os resultados

Além de “inserir” o cliente dentro do imóvel desejado, o Tour Virtual do House Viewer 360° traz outros benefícios para as imobiliárias que utilizam a ferramenta. Atrai mais visitantes para o site, aumentando o tempo de navegação, permitindo a melhor triagem dos imóveis visitados e maior conversão em vendas.

Ou seja, se uma pessoa desejar visitar presencialmente um imóvel que já viu pelo Tour Virtual, é porque o interesse dela é realmente relevante. E isso foi sentido pela HomeHub.

Lançada em janeiro de 2020, a HomeHub ultrapassou as próprias expectativas e vendeu R$ 290 milhões em imóveis no estado do Rio de Janeiro até dezembro, quase 14% acima da meta de seu primeiro ano de operação. E mais: um total de 62% das vendas realizadas foram assinadas digitalmente, tendência que deve chegar a 90% em 2021.

Como podemos ver, as soluções tecnológicas estão revolucionando o mercado imobiliário, conferindo maior eficiência, produtividade e, claro, garantia de uma melhor experiência para o cliente, o que é essencial para a empresa que deseja se destacar nesse nicho. Conte com o House Viewer, empresa especializada em soluções 360° para o mercado imobiliário, para aproveitar todo o potencial dessa tecnologia.

× Fale Conosco (16) 99640-1566