Já falamos aqui sobre como as mídias digitais representam uma nova plataforma importante para alugar e vender imóveis durante a pandemia e falamos também sobre como a pandemia mudou o perfil dos imóveis mais procurados.

Dentro dessa realidade, as redes sociais também se tornaram um ambiente extremamente importante para manter e cultivar as relações da sua imobiliária com os clientes que você já atende e com novos clientes.

Hoje, dá para dizer que praticamente todo mundo tem um perfil em pelo menos uma das principais redes sociais – Whatsapp, Facebook, Instagram e LinkedIn – e também acessam o Youtube, por exemplo.

Quais redes sociais escolher?

Apesar de muitos especialistas em redes sociais apontarem quais redes sociais sua imobiliária deve escolher, o mais importante é entender que para ter uma estratégia de redes sociais para sua imobiliária é necessário ter constância e autenticidade.

Não adianta fazer perfis em todas as redes sociais e não atualizá-los com a mesma constância e com autenticidade. O que queremos dizer aqui é que se você decidiu que sua imobiliária vai fazer 3 posts por semana no Facebook, Instagram e LinkedIn e um vídeo por semana no Youtube, essa vai ser sua estratégia durante o próximo ano.

Não adianta começar e parar dali um mês porque não deu certo. Além disso, é preciso também ter autenticidade no conteúdo, ou seja, compartilhar conteúdos criados pela sua equipe ou por um profissional contratado para escrever conteúdo para a sua marca.

Hoje, algumas das principais redes sociais que indicamos para um trabalho de uma imobiliária no digital são o Instagram e o Youtube. Isso porque essas redes trabalham muito mais com vídeos e esse tipo de mídia é uma das que mais cresce em importância para os usuários.

Você não precisa abandonar o Facebook, mas vale a pena trabalhar com estratégias mais voltadas para o Instagram e o Youtube.

Como gerir cada uma delas?

O que deve ser publicado nessas redes sociais? Como a sua imobiliária deve se comportar nesse ambiente digital? Não dá para passar uma receita de bolo que você vai seguir e conseguir sucesso instantâneo.

Esse é um trabalho de formiguinha, que vai se construindo. Você não consegue gerir redes sociais a curto prazo. O trabalho é de construção de uma comunidade, que tenha engajamento com suas publicações e com seu conteúdo.

Parece não fazer sentido montar uma comunidade para clientes que negociam contratos de aluguel ou fazem a compra de um imóvel poucas vezes ao longo do ciclo de vida comercial. Mas esses clientes, se satisfeitos com o atendimento e o conteúdo que eles encontram nas redes sociais da imobiliária, indicam a empresa para outras pessoas.

Vale ressaltar também que as redes sociais são muito utilizadas pelos usuários como ferramentas de comunicação com a sua marca. Em outras palavras, se você monta um perfil no Instagram ou no Facebook, mas não responde dúvidas ou reencaminha solicitações de clientes para outras plataformas como Whatsapp, por exemplo, você está fazendo o trabalho de gestão das redes sociais de forma errada.

Por último, algumas dicas práticas e acionáveis para os conteúdos da sua imobiliária nas redes sociais são:

  • Faça lives com especialistas em finanças sobre como se organizar para realizar o sonho da casa própria.
  • Crie conteúdos informativos sobre financiamento de imóveis.
  • Apresente infográficos sobre como pode ser um bom negócio investir em um imóvel para alugá-lo.
  • Divulgue suas opções de imóveis disponíveis para aluguel e compra.
  • Crie um canal com conteúdo útil para resolver os problemas do cliente/prospect.
  • Dê dicas de como conservar melhor o imóvel.

Você tem outras dicas? Compartilhe conosco nos comentários. E conte sempre com o House Viewer 360º para ficar por dentro das principais novidades do mercado imobiliário. Até a próxima!

× Fale Conosco (16) 99640-1566