Da mesma forma que outros setores, o mercado imobiliário foi afetado pela crise que o Brasil sofreu há algum tempo.

Entretanto, com o reaquecimento da economia, será que podemos esperar boas perspectivas? O que pode afetar esse segmento tão importante para nosso país em 2020?

Esse é o tema de nosso artigo. Acompanhe!

Cenário do mercado imobiliário

A crise econômica fez com que o mercado imobiliário sofresse perdas consideráveis, uma vez que construções foram paralisadas, imóveis se desvalorizaram, sem mencionar que a política econômica adotada não estava favorecendo esse segmento.

No entanto, a situação vem melhorando, ainda que paulatinamente, e o setor voltou a ser um atrativo, inclusive para investidores , que passaram a ter um novo olhar sobre os fundos imobiliários .

Alguns motivos justificam esse otimismo, como:

  • Programa de Governo: em substituição ao Minha Casa, Minha Vida, o Governo pretende lançar, ainda nesse semestre, um novo programa de moradia popular , impulsionando a compra e venda de imóveis;
  • Selic: a queda da taxa Selic permitiu que a taxa de juros baixasse, beneficiando ainda mais os investimentos;
  • Taxa de juros: determinados bancos baixaram os juros do crédito imobiliário , permitindo que mais pessoas tenham acesso a financiamento de imóveis;
  • Caixa: a Caixa Econômica Federal lançou um novo crédito imobiliário com base no IPCA, gerando parcelas mais baixas para serem pagas.

O que pode afetar o mercado imobiliário em 2020?

Diante do cenário que terminamos de expor a respeito de 2019, vejamos as projeções para 2020.

1 – Fundos imobiliários: certa oscilação nos fundos imobiliários já é esperada para 2020, uma vez que subiram muito. A prova é que de janeiro de 2018 a novembro de 2019, eles já haviam captado R$ 34.1 bilhões em novas emissões;

2 – Aluguel: atualmente, grande parte dos consumidores prefere alugar um imóvel a comprá-lo. Um dos fatores é que as pessoas não ficam mais 25 anos em um mesmo emprego. Se hoje estão em uma cidade, no mês seguinte podem estar em outro estado ou país, sendo mais fácil alugar um imóvel, do que vender, mesmo porque a liquidez de um investimento como esse não é tão rápida;

3 – Valorização: casas e apartamentos que sofreram desvalorização nos últimos anos, devem se recuperar e ter novos ganhos. Uma boa notícia para quem tem imóvel e um alerta para pesquisar bastante, aos que estão à procura de algo para comprar ou alugar;

4 – Renda: com a geração de renda, o poder aquisitivo da população tem aumentado, e aqueles que tinham intenção de adquirir um imóvel e que deixaram para depois, já voltam a pensar nessa possibilidade novamente;

5 – Construtoras: muitos apartamentos não puderam ser vendidos pelas construtoras e estavam parados, aguardando comprador. Agora, a expectativa é que tais imóveis sejam vendidos mais rapidamente.

Como você deve ter notado, as perspectivas para 2020 são boas, e fazer negócios nesse setor tem se tornado um grande atrativo, em especial quando é possível contar com o auxílio da tecnologia.

Independentemente de a pessoa querer comprar ou vender um imóvel, a possibilidade de explorar todo seu potencial e ter uma visão mais ampla dele é primordial para fechar o negócio.

Descubra por que o House Viewer 360º vai fazer diferença para sua imobiliária fechar mais negócios em 2020. Leve a visualização de imóveis em 360º para o site da sua imobiliária e converta mais vendas. Até a próxima!

× Fale Conosco (16) 99640-1566